sábado, 11 de novembro de 2017

A Luz

A Luz

A humildade é uma força reservada aos homens que atendem o chamado a santidade. Eles a recebem quando levam em intensa profundidade ascética toda a sua vida.
Esta força é dada primordialmente aos que, mais que a própria vida, amam a perfeição da virtude pelo efeito da graça. É a mesma força que recebem os Santos e os tornaram capazes de sustentar os grandes martírios de ordem moral, física e intelectual!
Ora, há entre vós homens e mulheres que caminham assiduamente seguindo vossos passos mas não desejam a santidade. Apenas seguem, pois seus corações tornaram-se distantes. Apenas caminham, mas não desejam pois seus corações desejam tudo ao mesmo tempo, pensam mas não agem pois seus pensamentos são como penas em um vendaval.
Desde os mais simples aos mais importantes, desde os mais influentes até os que não exercem nenhuma influência; estes homens e mulheres quando encontram uma pequena brecha entram tal como o pérfido rabo do mal faz; entram e dissimulam, entram e dividem, entram e dissipam, entram e destroem!
São lobos ferozes e astutos com sede de glória, de poder, de reconhecimento e estão revestidos com pele de mansas ovelhas.
Eles com suas excessivas artimanhas pensam enganar, pensam ludibriar, pensam envolver; mas apenas pensam!
Tais homens e mulheres que vivem de trocas fúteis, inconstâncias nas decisões e palavras fétidas são como o sal que já não tem sabor e a lâmpada que se apagou, são vazios e insossos, inertes ás ações e insípidos em suas reações. Estes homens e mulheres mornos, nem quentes, nem frios, a eles esta destinado o que é ANUNCIADO:

"14. Ao anjo da igreja de Laodicéia, escreve: Eis o que diz o Amém, a Testemunha fiel e verdadeira, o Princípio da criação de Deus. 15. Conheço as tuas obras: não és nem frio nem quente. Oxalá fosses frio ou quente! 16. Mas, como és morno, nem frio nem quente, vou vomitar-te. 17. Pois dizes: Sou rico, faço bons negócios, de nada necessito - e não sabes que és infeliz, miserável, pobre, cego e nu. 18. Aconselho-te que compres de mim ouro provado ao fogo, para ficares rico; roupas alvas para te vestires, a fim de que não apareça a vergonha de tua nudez; e um colírio para ungir os olhos, de modo que possas ver claro. 19. Eu repreendo e castigo aqueles que amo. Reanima, pois, o teu zelo e arrepende-te."

(Apocalipse, 3, 14-19).


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Padre Francesco Bemonte

Padre Francesco Bemonte - Presidente da Associação Internacional de Exorcistas. São Pio de Pietrelcina, como também o beato carmelita e...