sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

São Serafim de Sarov

São Serafim de Sarov (1759-1833).

Deus é fogo, aquecendo e inflamando os corações e as entranhas. Assim, se sentirmos frio no coração, o qual provém do demônio (pois ele é frio), chamaremos pelo Senhor. Ele vindo, aquecerá nosso coração com amor absoluto não apenas por Ele, mas também ao próximo, e a frieza daquele que despreza o bem será afastada da face do Seu calor.
Onde Deus se encontra, ali não existe o mal. Tudo o que vem de Deus é pacífico, saudável e conduz as pessoas ao julgamento de suas próprias imperfeições e à humildade.
Deus nos mostra Seu amor não apenas quando estamos praticando o bem, mas também quando nós O afrontamos com nossos pecados e O desgostamos. Com quanta resignação Ele suporta nossas transgressões! E quando nos pune, como pune com misericórdia! "Não denomine Deus de justo juiz - diz S. Isaac, - pois seu justo julgamento não é visto em seus negócios. É verdade que Davi O chamava de justiceiro e justo, mas o Filho de Deus nos mostrou que Deus é mais bondoso e misericordioso. Onde está Seu julgamento? Nós éramos pecadores, e ainda assim Cristo morreu por nós"(São Isaac o Sírio).
VIVAT CHRISTUS REX








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Padre Francesco Bemonte

Padre Francesco Bemonte - Presidente da Associação Internacional de Exorcistas. São Pio de Pietrelcina, como também o beato carmelita e...