quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

São Columbano

São Columbano (543-615) -  Monge - Missionário - Fundador de mosteiros pela Europa.

Moisés escreveu na Lei: "Deus fez o homem à Sua imagem e à Sua semelhança" (Gn 1, 26). Cabe-nos pois a nós refletir, para o Nosso Deus, para o nosso Pai, a imagem da Sua santidade. Não sejamos pintores de uma imagem diferente e, para que não inscrevamos em nós a imagem do orgulho, deixemos que o próprio Cristo pinte em nós a Sua imagem. Ele pintou-a quando disse: "Dou-vos a paz. Deixo-vos a minha paz".
Mas de que nos serve saber que essa paz é boa, se não cuidamos dela? Aquilo que é bom habitualmente é frágil; e os bens preciosos reclamam cuidados maiores e uma atenção mais vigilante. Muito frágil é a paz que se pode perder por uma palavras apressada ou uma pequena mágoa infligida a um irmão. Ora, nada agrada mais aos homens do que falar a despropósito e ocupar-se do que não lhes diz respeito, proferir discursos vãos e criticar os ausentes. Daí que aqueles que não podem dizer: "o Senhor deu-me a língua dum discípulo para que eu saiba reconfortar pela palavra aquele que está abatido" (Is 50, 4), que esses se calem ou, se dizem uma palavra, que seja uma palavra de paz. "A plenitude da lei é o amor" (Rm 13, 8). Que se digne inspirá-lo em nós o nosso bom Senhor e Salvador Jesus Cristo, autor da paz e Deus do amor.
VIVAT CHRISTUS REX






terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Eclesiástico 2,1-5

Paz e Bem.

Eclesiástico 2, 1-5.

“Meu filho, se entrares para o serviço de Deus, permanece firme na justiça e no temor, e prepara a tua alma para a provação; humilha teu coração, espera com paciência, dá ouvidos e acolhe as palavras de sabedoria; não te perturbes no tempo da infelicidade, sofre as demoras de Deus; dedica-te a Deus, espera com paciência, a fim de que no derradeiro momento tua vida se enriqueça. Aceita tudo o que te acontecer. Na dor, permanece firme; na humilhação, tem paciência. Pois é pelo fogo que se experimentam o ouro e a prata, e os homens agradáveis a Deus, pelo cadinho da humilhação.” (Eclo 2, 1-5).

Reflexão:

Paciência, eis uma virtude que muitos cristãos, não conseguem desenvolver, pelo menos não totalmente. Preocupamo-nos pelo fato de que as coisas não acontecem do jeito que queremos ou na hora que desejamos. Queremos, em muitos casos, que tudo aconteça no nosso tempo, e quando não acontece pensamos logo que Deus nos abandonou. O engraçado é que nessa gana por querer que tudo seja do nosso jeito e no nosso tempo, nunca paramos para nos perguntar “será que era para ser agora?” ou “será que de fato eu preciso disso?”. Nunca paramos para refletir o exemplo que Nosso Senhor Jesus Cristo nos deixou, quando, diante da suprema angústia, sabendo que morreria de uma morte violenta e torturante, em oração disse “Pai, se queres, afasta de mim este cálice! Contudo, não a minha vontade, mas a Tua seja feita” (São Lucas 22, 42). Através dessa oração Jesus nos mostra qual deve ser o nosso agir diante do que Deus quer para nós. Mesmo suando sangue, mesmo diante do desejo de não passar por aquela situação, Jesus foi obediente até o fim, pois sabia em Seu coração que todo aquele sofrimento O conduziria para a glória e traria a salvação para toda a humanidade. Mesmo diante desse exemplo, teimamos em terminar a nossa própria oração no primeiro ponto de exclamação. Não se pode chegar ao objetivo sem antes concluir as etapas que o precedem; para todo fim a um caminho a ser percorrido e este caminho sempre passa por etapas tortuosas ou por um deserto escaldante. E é aí que, quando em nossos corações descrentes perdemos a esperança, paramos no meio do caminho e olhamos para trás, pensando que nunca deveríamos ter saído do conforto em que nos encontrávamos antes. Pensando assim nos esquecemos  que devemos confiar em Deus, sofrer Suas demoras e olhar sempre para frente para perceber que, em determinado momento da caminhada surge um oásis preparado por Ele.  Ora, Israel, o povo eleito de Deus, depois de ser liberto da escravidão precisou caminhar 40 anos no deserto para chegar à Terra Prometida; Jesus teve que ser flagelado, coroado com espinhos, precisou caminhar um caminho enorme com uma cruz pesadíssima nas costas, ter suas mãos e pés perfurados por cravos, ficar pendurado por três horas em uma cruz e ter Seu coração transpassado por uma lança para que pudesse ser glorificado e nos conceder a graça da salvação (sim, Ele sofreu tudo isso por nós e não por Ele próprio), enquanto que nós reclamamos que sofremos demais e ousamos dizer que Deus se esquece de nós!
Misericórdia Senhor, Justiça e Misericórdia, para que a vida torne-se repleta de Gratidão por tua Graça Santificante dispensada a cada instante de nosso caminhar!
VIVAT CHRISTUS REX





segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

O que Deus vê quando nos olha?

Paz e Bem.

Para refletir:

Deus vê Abrão e enxerga Abraão, vê Simão e enxerga Pedro, vê Saulo e enxerga Paulo!
Deus nos vê hoje, mas quem Ele realmente enxerga?
VIVAT CHRISTUS REX





domingo, 25 de janeiro de 2015

Papa Emérito Bento XVI

Paz e Bem.

Joseph Ratzinger - Papa Emérito Bento XVI.

"Quando nos entregamos totalmente ao Senhor, tudo muda.Nós somos filhos de um Pai que nos Ama e não nos abandona". 

VIVAT CHRISTUS REX





sábado, 24 de janeiro de 2015

A Santa Missa

Paz e Bem.

A Santa Missa.

Na Santa Missa, o próprio Jesus Cristo dá-se a nós. É uma verdade de fé que o Verbo Encarnado se obrigou a obedecer ao sacerdote, quando este pronuncia as palavras da consagração e a vir às suas mãos sob as espécies do pão e do vinho. Fica-se estupefato por Deus ter obedecido outrora a Josué e mandado ao sol que parasse, quando ele disse: Sol, não te movas de Gabaon, e tu, ó lira, do vale de Ajalon (Jos 10, 12). Entretanto, muito mais admirável é que Deus mesmo desce ao altar ou a qualquer outro lugar a que o Padre o chama com umas poucas palavras, e isso tantas vezes quantas é chamado pelo sacerdote, mesmo que este seja seu inimigo. E, tendo vindo, se põe o Senhor à inteira disposição do sacerdote; este o leva, à vontade, de um lugar para o outro, coloca-o sobre o altar, fecha-o no tabernáculo, tira-o da igreja, toma-o na Santa Comunhão, e o dá em alimento a outros. São Boaventura diz que o Senhor, em cada Missa, faz ao mundo um benefício igual àquele que lhe fez outrora pela encarnação. Se Jesus Cristo não tivesse vindo ao mundo, o sacerdote, pronunciando as palavras da consagração, o introduziria nele. “Ó dignidade sublime a do sacerdote”, exclama por isso Santo Agostinho, “em cujas mãos o Filho de Deus se reveste de carne, como no seio da Virgem Mãe”.
VIVAT CHRISTUS REX





Adoração ao Santíssimo Sacramento.

ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO.

VENHAM ADORAR AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO JUNTO COM A COMUNIDADE DE ALIANÇA ADORADORES DO CORAÇÃO DE JESUS.

LOCAL:

RUA - CAPITÃO SILVIO FLEMING.
Nº 146.
VILA NOVA - ITU - SÃO PAULO




CIC. 2083.

Jesus resumiu os deveres do homem para com Deus nestas palavras: "Amarás o Senhor teu Deus com todo o teu coração, com toda a tua alma, com toda a tua mente" (Mt22, 37) (1). Elas são um eco imediato do apelo solene: "Escuta, Israel: o Senhor nosso Deus é o único" (Dt 6, 4).
Deus foi o primeiro a amar. O amor do Deus único é lembrado na primeira das "dez palavras".
Em seguida, os mandamentos explicitam a resposta de amor que o homem é chamado a dar ao seu Deus.

VIVAT CHRISTUS REX

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Misericórdia Senhor

Paz e Bem.

Senhor Jesus ao Senhor toda Honra e Glória por toda a Eternidade.
Sua Justiça me aniquila, sua Misericórdia me cura, Seu Olhar me penetra, Sua Palavra me dilacera!
Rompe com os grilhões das misérias do egoísmo e do orgulho. 
O mais leve e imperceptível movimento de Vosso querer é capaz de mover todo o universo visível e invisível de volta as suas origens!
Por isto eu clamo, tende Piedade e se Compadeças de minha tão pobre e miserável alma.
Aqui estou e clamo Vossa Justiça para reduzir a pó minhas estruturas e Vossa Misericórdia para me refazer desde o início!
Destrua as pontes do meu passado não distante do agora e Impeça-o de me alcançar! 
Rendo-lhe louvores e honras por todo o sempre por voltar Vosso Olhar para este verme que sou!
Amém!
VIVAT CHRISTUS REX





quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

O Poder de Deus em minha vida

Paz e Bem.

O Poder de Deus em minha vida é uma prova de Amor por mim.
Seu Amor é infinito, capaz de transformar meu coração. 
No vazio de minha vida Ele me preencheu!
Deus é a solução pois deu-me motivos para viver, Deus deu-me a Salvação, Deus deu-me Seu perdão porque somente nele há solução!
Deixei Ele que me Ama fazer uma obra em mim, me deu a alegria que precisava para sorrir, me conduziu por um caminho que me fez feliz, e deu-me a Paz e o Amor, e deu-me a Vida que é Cristo!
VIVAT CHRISTUS REX





terça-feira, 20 de janeiro de 2015

São Pedro Crisólogo

São Pedro Crisólogo (406-450) -  Bispo de Ravena - Doutor da Igreja.

"Cristo cura a paralisia dos nossos membros e do nosso coração".

Quando a Virgem concebe, virgem dá à luz e permanece virgem, isso não entra na ordem da natureza, mas dos sinais divinos; não é segundo a razão humana, mas conforme ao poder de Deus; é o Criador que atua, não a natureza humana; não é caso comum, mas único; é obra divina e não humana. O nascimento de Cristo não foi uma consequência necessária da natureza, mas do poder de Deus. Foi o mistério da piedade, a redenção da humanidade. Aquele que, sem nascer, fez o homem do barro intacto fez-Se homem nascendo de um corpo também intacto. A mão que Se dignou tomar o barro para formar o nosso corpo também Se dignou tomar a nossa carne para nos salvar.
Ó homem, porque te consideras tão vil, tu que és tão precioso para Deus? Porque é que, sendo tu tão honrado por Deus, te desonras a ti mesmo? Porque perguntas de que é que foste feito e não queres saber para que foste feito? Porventura todo este mundo que vês não foi feito para ser tua morada?
Cristo nasce para renovar com o seu nascimento a natureza corrompida; fez-Se criança, quis ser alimentado, passou pelas diversas idades da vida humana, para restaurar a única idade perfeita e permanente como a tinha criado; toma para Si a vida humana, para que o homem não volte a cair; tinha-o feito terreno e torna-o celeste; tinha-lhe dado uma alma humana e agora comunica-lhe o espírito divino; e assim eleva o homem à dignidade divina, para que desapareça tudo o que nele havia de pecado, de morte, de fadiga, de sofrimento, de terreno, pela graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, que é Deus, e vive e reina com o Pai, na unidade do Espírito Santo, agora e sempre e pelos séculos dos séculos.

VIVAT CHRISTUS REX

http://www.facebook.com/VivaCristoRei

http://google.com/+VIVACRISTOREI

http://salvecristorei.blogspot.com.br

http://www.pinterest.com/vivacristorei

http://twitter.com/VivaCristoRei

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Evangelho de São Marcos 8, 34.

Evangelho de São Marcos 8, 34.

"Em seguida, convocando a multidão juntamente com os seus discípulos, disse-lhes: Se alguém me quer seguir, renuncie-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me". 

Breve comentário:

O Evangelho é CRUZ.
A busca de Jesus é CRUZ.
O caminho de salvação é CRUZ. 
A alegria esta na CRUZ.
Na CRUZ tornamo-nos um em CRISTO e com CRISTO.
Passamos a viver a Verdade Bíblica citada em Gênesis 1, 26 - "Então Deus disse: Façamos o homem à nossa imagem e semelhança". Estar com CRISTO na CRUZ é tornarmo-nos imagem e semelhança do AMOR e bem sabemos que "DEUS é AMOR" 1ª João 4, 8 - "Aquele que não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor".
Estar com CRISTO na CRUZ é viver o EVANGELHO com radicalidade, é assumirmos a postura consciente de que somos Imagem e Semelhança de Deus e entender que não existe AMOR fora da CRUZ, não existe AMOR sem a presença de CRISTO.
Que a CRUZ de CRISTO torne-se sinal fecundo do EVANGELHO vivo em nossas vidas, que a CRUZ de CRISTO torne-se sinal fecundo do AMOR que recebemos e oferecemos, que a CRUZ de CRISTO seja sinal de que somos um em CRISTO junto a ELE na CRUZ, imagem e semelhança de AMOR!
VIVAT CHRISTUS REX





domingo, 18 de janeiro de 2015

Basílio de Selêucia

Basílio de Selêucia (?-468) - Bispo.

"André levou o irmão até Jesus".

André conhecia estas palavras de Moisés: "O Senhor, teu Deus, suscitará no meio de vós, de entre os teus irmãos, um profeta como eu; a ele deves escutar" (Dt 18,15). Ouve agora João Batista exclamar: "Eis o Cordeiro de Deus" (Jo 1,29) e, ao vê-Lo, vem espontaneamente ter com Ele: reconheceu o profeta anunciado pela profecia, e leva seu irmão até junto daquele que encontrou, mostrando a Pedro o tesouro que este não conhecia: "Encontramos o Messias, Aquele que desejamos. Esperávamos a sua vinda; contemplemo-Lo agora. Encontramos Aquele por quem a portentosa voz dos profetas nos ordenava que esperássemos. O tempo presente trouxe-nos Aquele que a graça havia anunciado, Aquele que o amor esperava ver".
André foi então ao encontro de seu irmão Simão e partilhou com ele o tesouro da sua contemplação, conduzindo Pedro até ao Senhor. Espantosa maravilha! André não é ainda discípulo, mas tornou-se já condutor de homens. É a ensinar que ele começa a aprender e que adquire a dignidade de apóstolo: "Encontramos o Messias. Depois de tantas noites passadas sem dormir nas margens do Jordão, encontramos agora o objeto dos nossos desejos". 
Pedro estava pronto para seguir este chamamento; o irmão de André avançou cheio de fervor e de ouvido atento. Quando, mais tarde, Pedro vier a ter uma conduta admirável, devê-la-á ao que André houvera semeado. Mas o louvor dado a um recai igualmente sobre o outro; porque os bens de um pertencem ao outro, e um glorifica-se nos bens do outro.
VIVAT CHRISTUS REX





Cristiada - Filme sobre a guerra Cristeira.

Paz e Bem!

CRISTIADA - Filme sobre a Guerra Cristera (1926 - 1929), provocada pela decisão do governo mexicano de secularizar o país à força, o que ocasionou a reação dos católicos.

http://www.facebook.com/VivaCristoRei

http://google.com/+VIVACRISTOREI

http://salvecristorei.blogspot.com.br

http://www.pinterest.com/vivacristorei

http://twitter.com/VivaCristoRei

sábado, 17 de janeiro de 2015

Santo Ambrósio

Santo Ambrósio (340-397) - Bispo de Milão - Doutor da Igreja.

Comentário sobre Lucas 5, 23-27.

“Não são os que têm saúde que precisam de médico, mas sim os enfermos”.

O apóstolo Paulo disse: “Despi-vos do homem velho, com as suas obras, e revesti-vos do homem novo” (Cl 3, 9-10). Tal foi à obra que Cristo realizou ao chamar Levi: “Fez dele um homem novo”. É também a título de criatura nova que o antigo publicano oferece um festim a Cristo, pois Cristo regozijou-Se nele e ele mereceu ter parte na alegria de Cristo. E desde então  seguiu-O feliz, alegre, transbordando de alegria. 
“Já não farei mais figura de publicano”, disse ele; “já não tenho em mim o velho Levi”; Despi-me de Levi e revesti-me de Cristo. Fugi da minha primeira vida. Não quero senão seguir-Te, Senhor Jesus, a Ti que curaste as minhas feridas. “Quem poderá separar-nos do amor de Cristo?” A tribulação, a angústia, a perseguição, a fome?(Rm 8, 35) Estou ligado a Ti pela fé, como se estivesse pregado com pregos, estou preso pelos liames do amor. Todos os teus mandamentos serão como um cautério que aplicarei sobre as minhas feridas; o remédio arde, mas tira a infecção da úlcera. Corta, pois, Senhor Jesus, com a tua espada poderosa, a podridão dos meus pecados; vem depressa fazer uma incisão nas paixões escondidas, secretas, variadas. Purifica todas as infecções com o banho novo. 
Escutai-me, homens apegados à terra, vós que tendes o pensamento inebriado pelos vossos pecados: “Também eu, Levi, fui ferido por paixões semelhantes; mas encontrei um Médico que mora no céu e espalha os seus remédios pela terra”. Só Ele pode curar as minhas feridas, Ele que não as tem; só Ele pode tirar a dor do coração e o langor da alma, pois Ele conhece tudo o que é oculto.




quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

A Igreja é Santa

Paz e Bem.

A Igreja é Santa!
É Santa e Santificadora, apesar dos pecados de seus filhos! Mas como entender o paradoxo desta santidade?

As palavras de São Paulo não deixam dúvidas:

“Cristo amou a Igreja e Se entregou por ela, para santificá-la, purificando-a pela água do batismo, em virtude da palavra, para apresentá-la a Si mesmo toda gloriosa, sem mancha, nem ruga, nem qualquer outro defeito semelhante, mas santa e imaculada” (Ef 5, 25-27).




quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

São Bernardo de Claraval

São Bernardo de Claraval (1090-1153) - Abade fundador da Abadia de Claraval - Santo - Doutor da Igreja.

São Bernardo falando de Maria escreve:

"Por vós temos acesso ao Filho, por vós, que achaste a Graça, Mãe da salvação, para que por vós nos receba Aquele que por vós nos foi dado".




terça-feira, 13 de janeiro de 2015

São João Crisóstomo

São João Crisóstomo (347-407) - Arcebispo de Constantinopla.

"Mesmo ofendido, Deus continua a ser nosso Pai; mesmo irritado, continua a amar-nos como a filhos. Só uma coisa procura: não ter de castigar-nos pelas nossas ofensas, ver que nos convertemos e lhe pedimos perdão".
VIVAT CHRISTUS REX

http://www.facebook.com/VivaCristoRei




http://twitter.com/VivaCristoRei

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

"Senhor, se queres, podes limpar-me"

"Senhor, se queres, podes limpar-me".

Lc 5, 12-13.

Estando ele numa cidade, apareceu um homem cheio de lepra. Vendo Jesus, lançou-se com o rosto por terra e lhe suplicou: Senhor, se queres, podes limpar-me. Jesus estendeu a mão, tocou-o e disse: Eu quero; sê purificado! No mesmo instante desapareceu dele a lepra. 

Breve comentário:

O homem leproso, o qual Jesus restaura a dignidade!
O homem comido vivo pela miséria, pelo escarnio, pela indiferença, pelo egoísmo e orgulho, pela rejeição!
O homem ferido e cheio de dores!
Jesus com apenas quatro palavras dilacera o mal que assola esta alma e carne - "Eu quero; sê purificado".
Toda a história de uma vida desde sua concepção até o momento presente resgatada e restaurada por quatro palavras! Que poder é este, donde vem este poder?
Este poder chama-se Amor e sua origem é o próprio Cristo que é Deus conosco pois Deus é Amor! Jesus, origem e fim ultimo de todo poder, Jesus origem e fim ultimo de toda a Graça de Deus! Dispensador de todos os bens, que se dá a todos desde os mais feridos, até mesmo os que já estão mortos como "Lazaro". 
VIVAT CHRISTUS REX




Postagem em destaque

Padre Francesco Bemonte

Padre Francesco Bemonte - Presidente da Associação Internacional de Exorcistas. São Pio de Pietrelcina, como também o beato carmelita e...