sábado, 31 de maio de 2014

São Padre Pio de Pietrelcina

São Pio de Pietrelcina (1887-1968) - OFM Cap. (Ordem dos Frades Menores Capuchinhos).

"Ocupe seu tempo em ganhar almas para Jesus, ensinando a elas como agradá-Lo".
VIVAT CHRISTUS REX



quinta-feira, 29 de maio de 2014

Obsessões demoniacas

Obsessões demoníacas.

Para evitar confundi-las com patologias psiquiátricas, alguns preferem defini-las com o termo de 'vexações demoníacas mentais (ou psíquicas)' ou então 'vexação demoníaca interna (ou interiores)'; outros com o termo 'infestação demoníaca pessoal'. Todavia, é possível que o componente maléfico e o componente psíquico sejam simultâneos.
As obsessões demoníacas são aqueles casos de agressão do demônio nos quais, mesmo não bloqueando, durante as crises, a faculdade intelectual e a livre vontade da pessoa, ele consegue não obstante comunicar à mente (imaginação e memória) pensamentos ou imagens obsessivas, às vezes racionalmente absurdas, mas tais que a vitima não esta em condições de afastar. A pessoa sente-se atormentada por uma ideia fixa, por uma imagem que percebe como estranha a si e que procura de todo modo afastar. Ela se imprime profundamente na sua mente e no seu espírito - quase como se fosse uma forma como se imprime na cera - a ponto de parecer realmente sua. As obsessões podem ser de diversas formas e de diversos graus e intensidade e podem chegar até o ponto de dominar completamente a mente de uma pessoa. Nesse caso manifestam-se como fortíssimas e prolongadas tentações. "Elas podem tomar toda a tenção da pessoa e são insistentes, malgrado uma resistência decidida e bem situada, às vezes também heroica. Podem ser absurdas tentações dos sentidos (alimentos ou sexuais), mas sobretudo são contra DEUS e todos os aspectos religiosos que nos mantém ligados a DEUS. Só o abandonar-se a DEUS ajuda a não sucumbir nessa submersão e o exorcismo vem a propósito para libertar dessa violência exterior ou interior". Frequentemente as ideias como também as sensações obsessivas são acompanhadas pela convicção de serem malucas e a pessoa se torna sempre mais preocupada, triste, prostrada e desesperada.
Alguns, sem qualquer justificada motivação, são afligidos e agitados pelo pensamento e pelo impulso de fazer o mal aos outros; outros são obsessionados pela convicção de que só um pacto com o mal poderá fazê-los sentir-se bem ou procurar para si o caminho seguro para ter sucesso na vida; outros são obsessionados pelo pensamento de profanar a EUCARISTIA; outros pelo pensamento de estarem irremediavelmente condenados; outros ainda pelo pensamento e pelo impulso ao suicídio (não são raros os casos em que a pessoa, contra a sua vontade, imagina até mesmo as particularidades precisas do próprio suicídio). As obsessões podem manifestar-se também apenas como sensações extremamente intensas, como, por exemplo, a de sentir-se semelhante a um cadáver, ou de sentir-se sepultados em um túmulo, ou então sentir odores repugnantes, etc.
O grande teólogo da vida espiritual, Padre Antonio Royo Marin (1913-2005), recorda que o demônio pode também atormentar uma pessoa dando-lhe uma repugnância, quase insuperável, para o cumprimento dos próprios deveres ou então um desejo fortíssimo do que é proibido, pode comunicar a mente fantasias importunas, nojentas, indecentes, que subsistem não obstante os contínuos esforços por afastá-las. Pode provocar acessos de ira, dúvidas, sentimentos de angústia, de desespero, movimentos instintivos de antipatia e de revolta; ou, ao contrário, impulsos afetivos e perigosas ternuras, que não têm nenhuma justificação em si mesmas e das quais a pessoa em questão encontra uma grande dificuldade para se libertar.
As obsessões podem atingir todos, tanto quem não crê, quanto os fiéis comuns e quanto as almas mais fervorosas que se empenham em uma vida mais intensa de piedade e de oração.

VIVAT CHRISTUS REX



quarta-feira, 28 de maio de 2014

São Clemente de Roma

São Clemente de Roma (35-92) Quarto Papa de 90 a 100 - Papa antecessor "Anacleto" - Papa sucessor "Evaristo".

É justo e santo, irmãos, obedecer a Deus em vez de seguir os agitadores orgulhosos. [...] Juntemo-nos àqueles que, com piedade, põem em prática a paz, não aos que fingem querer a paz. Com efeito, está dito: Este povo aproxima-se de Mim só com palavras e honra-me só com os lábios, pois o seu coração está longe de Mim (Is 29,13; Mc 7,6). E ainda: Abençoam com a boca, mas amaldiçoam com o coração  (Sl 61,5). E também: Mas logo O enganavam com a boca e Lhe mentiam com a língua. Os seus corações não eram leais com Ele, nem fiéis à Sua aliança (Sl 77,36). [...]
Com efeito, Cristo pertence aos que são humildes de coração e não aos que se elevam acima do Seu rebanho. O cetro da majestade de Deus (Hb 1,8), o Senhor Jesus Cristo, não veio acompanhado pela vaidade nem pelo orgulho - e no entanto poderia fazê-lo -, mas pela humildade de coração, como o Espírito Santo tinha dito acerca d’Ele: Quem acreditou no Nosso anúncio? A quem foi revelado o braço do Senhor? O servo cresceu diante do Senhor como um rebento, como raiz em terra árida, sem figura nem beleza. Vimo-Lo sem aspecto atraente (Is 53,1-3). [...] Vedes assim, bem-amados, o modelo que vos foi dado. Se o Senhor Se humilhou desta maneira, que deveremos fazer nós, a quem Ele permitiu que caminhemos sob o jugo da Sua graça?
VIVAT CHRISTUS REX

salvecristorei.blogspot.com.br

www.facebook.com/VivaCristoRei

www.pinterest.com/vivacristorei

segunda-feira, 26 de maio de 2014

São Padre Pio de Pietrelcina

São Pio de Pietrelcina (1887-1968) - OFM Cap. (Ordem dos Frades Menores Capuchinhos).

"O pensamento da morte não me amedronta, nem mesmo ao considerar que os maiores santos, ao aproximarem-se dela, tremem".
VIVAT CHRISTUS REX



domingo, 25 de maio de 2014

São Josemariá Escrivá

São Josemariá Escrivá (1902-1975).

Livro - Amigo de Deus.

É possível que logo desde o princípio se levantem nuvens de poeira e que, ao mesmo tempo, os inimigos da nossa santificação empreguem uma técnica de terrorismo psicológico - de abuso de poder - tão veemente e bem orquestrada, que arrastem na sua absurda direção inclusivamente aqueles que durante muito tempo mantinham uma conduta mais lógica e mais reta. E apesar de a sua voz soar a sino rachado, não fundido em bom metal e bem diferente do assobio do pastor, rebaixam a palavra, que é um dos dons mais preciosos que o homem recebeu de Deus, presente belíssimo destinado a manifestar altos pensamentos de amor e de amizade ao Senhor e às suas criaturas, até fazer com que se entenda por que motivo disse S. Tiago que a língua é um mundo de iniquidade. Tantos danos pode, realmente produzir! Mentiras, difamações, desonras, intrigas, insultos, murmurações tortuosas.
VIVAT CHRISTUS REX



sábado, 24 de maio de 2014

Santa Maria Madalena de Pazzi

Santa Maria Madalena de Pazzi (1566-1607)

Vem, tu que és o alimento de todo pensamento casto, a fonte de toda clemência, a plenitude de toda pureza. Vem e transforma tudo o que em nós é obstáculo para sermos plenamente transformados em Ti.
VIVAT CHRISTUS REX



quinta-feira, 22 de maio de 2014

Santo Anastácio de Antioquia

Santo Anastácio de Antioquia - (549 á 570 Monge - 593 á 599 Patriarca de Antioquia).

Ele não é o Deus dos mortos, mas dos vivos.

Cristo conheceu a morte, depois a vida, para se tornar o Senhor, tanto dos mortos como dos vivos (Rm 14,9); Deus não é o Deus dos mortos, é o Deus dos vivos. Dado que o Senhor dos mortos está vivo, os mortos já não estão mortos, mas vivos; a vida reina neles, para que vivam e deixem de temer a morte, do mesmo modo que Cristo ressuscitado dos mortos, já não morre (Rm 6,9). Ressuscitados e libertados da corrupção, já não verão a morte; participarão da ressurreição de Cristo, como Ele próprio teve lugar na sua morte. Com efeito, se Ele veio a terra, até então prisão eterna, foi para quebrar as portas de bronze e despedaçar os ferrolhos de ferro (Is 45,2), para retirar a nossa vida da corrupção, conduzindo-a para Ele, e dar-nos a liberdade em vez da escravidão. Se este plano de salvação ainda não está realizado, porque os homens continuam a morrer e os seus corpos são desagregados pela morte, isso não deve ser motivo de incredulidade. Recebemos já os primeiros frutos daquilo que nos é prometido, na pessoa d’Aquele que é o nosso primogênito… Com Ele, ressuscitou-nos; com Ele, fez-nos reinar nos céus, em Cristo Jesus (Ef 2,6). Esperaremos pela plena realização desta promessa quando chegar o tempo fixado pelo Pai, quando sairmos da infância e tivermos chegado ao estado de homem perfeito (Ef 4, 13). É que o Pai eterno quis que a dádiva que nos fez permaneça firme… O apóstolo Paulo declarou-o, pois ele sabia-o bem, isso acontecerá a todo o gênero humano, por Cristo, que transfigurará os nossos pobres corpos à imagem do seu corpo glorioso (Fl 3,21)… O corpo glorioso de Cristo não é diferente do corpo semeado na fraqueza, desprezível (1Cor 15, 43); é o mesmo corpo, transformado em glória. E o que Cristo realizou conduzindo ao Pai a sua própria humanidade, primeiro exemplar da nossa natureza, fá-lo-á para toda a humanidade segundo a sua promessa: Quando eu tiver sido elevado da terra, atrairei a mim todos os homens (Jo 12, 32).

VIVAT CHRISTUS REX



quarta-feira, 21 de maio de 2014

Luz

Paz e Bem.

"Levar Luz para a escuridão das almas, esta é a necessidade maior do homem contemporâneo". 
VIVAT CHRISTUS REX

salvecristorei.blogspot.com.br

www.facebook.com/VivaCristoRei

www.pinterest.com/vivacristorei

terça-feira, 20 de maio de 2014

A verdade.

A VERDADE.
VIVAT CHRISTUS REX
salvecristorei.blogspot.com.br


São César de Arles

São César de Arles (470-543) - Monge - Bispo.

Para nosso bem e nossa salvação, a Sagrada Escritura aconselha-nos a que confessemos os nossos pecados, incessantemente e com humildade, não somente perante Deus, mas também perante um homem santo e temente a Deus. É assim que o Espírito Santo nos recomenda pela voz do apóstolo Tiago: Confessai, pois, os pecados uns aos outros e orai uns pelos outros para serdes curados (5, 16) [...]; e o salmista diz: Confessarei os meus erros ao Senhor; e Vós perdoastes a culpa do meu pecado (31, 5).
Ferimo-nos com os nossos pecados; por isso, devemos recorrer sempre ao medicamento da confissão. Com efeito, se Deus quer que nós confessemos os nossos pecados, não é que Ele não os saiba, mas é porque o diabo deseja encontrar forma de nos acusar perante o tribunal do Juízo Eterno; por isso, quer que pensemos mais em desculpá-los do que em acusá-los. O nosso Deus, pelo contrário, porque é bom e misericordioso, quer que os confessemos neste mundo, de modo a que não sejamos confundidos sobre eles no outro. Assim, ao confessarmo-nos, Ele mostra-se clemente; se os reconhecemos, perdoa-nos. [...] E nós, irmãos, somos realmente os vossos médicos espirituais; procuramos com solicitude curar as vossas almas.

VIVAT CHRISTUS REX



segunda-feira, 19 de maio de 2014

Clemente de Alexandria

Clemente de Alexandria ou Tito Flávio Clemente  (? 150 - 215) Escritor - Teólogo - Apologista - Mitógrafo Cristão.

Simplicidade e suficiência.

A simplicidade, com efeito, pensa na santidade, equilibrando os excessos, e por meio de quaisquer coisas, tira do supérfluo o necessário. É que o simples, como seu nome mesmo indica, não sobressai, nem se inflaciona, nem se exalta em coisa alguma; é sempre plana, suave, igual e não supérfluo e, por isso, suficiente. No entanto, a suficiência é certo hábito ou disposição pela qual se chega ao próprio, sem que nada falte nem sobre. A mãe da suficiência é a justiça; nutre a «autarquia» ou virtude de bastar-se a si mesmo, o que contribui para a vida feliz. Haja pois, em vossos pulsos o ornato santo, a facilidade em dar aos outros, e as obras do governo de vossa casa. E, é assim que, quem dá ao pobre, empresta a Deus (Pr 19,17). E, As mãos dos valentes se enriquecem (Pr 10,4). Valentes são os que depreciam o dinheiro, e não hesitam em dá-los aos necessitados. Que em teus pés apareça uma prontidão fervorosa para fazer o bem numa viagem à caminho da justiça. Os pendentes e colares serão o pudor e a temperança. Tais são as jóias que Deus funde.
VIVAT CHRISTUS REX



sexta-feira, 16 de maio de 2014

São Josemariá Escrivá

São Josemariá Escrivá (1902-1975).

Livros - Forja / Sulco.

Forja:

Uma onda suja e podre - vermelha e verde - empenha-se em submergir a terra, cuspindo a sua porca saliva sobre a Cruz do Redentor.
E Ele quer que das nossas almas saia outra onda - branca e poderosa, como a destra de Nosso Senhor -, que afogue, com a sua pureza, a podridão de todo o materialismo e neutralize a corrupção que inundou o Orbe: para isso estão - e para mais - os filhos de Deus.

Sulco:

Sal da terra... Nosso Senhor disse que os seus discípulos - também tu e eu - são sal da terra: para imunizar, para evitar a corrupção, para temperar o mundo.
Mas também acrescentou: "quod si sal evanuerit...", mas, se o sal perder o sabor, será lançado fora e pisado pelos homens.
Agora, perante muitos acontecimentos que lamentamos, vais compreendendo o que antes não compreendias?
VIVAT CHRISTUS REX



quarta-feira, 14 de maio de 2014

Sabedoria

Paz e Bem.

Sabedoria.

Sabedoria ou sapiência (em grego Σοφία, SOFIA) é o que detém o sábio (em grego σοφός, sofós). Desta palavra derivam várias outras, como por exemplo, φιλοσοφία - amor à sabedoria (filos/sofia). Há também o termo "Phronesis" - usado por Aristóteles na obra Ética a Nicômaco para descrever a "sabedoria prática", ou a "habilidade para agir de maneira acertada". É um conceito diferente de inteligência ou de esperteza. Mesmo para sophia há conceitos diferentes: muitos fazem distinção entre a sabedoria humana e a sabedoria divina. Sabedoria humana seria a capacidade que ajuda o homem a identificar seus erros e os da sociedade e corrigi-los. Sabedoria divina será provavelmente a capacidade de aprofundar os conhecimentos humanos e elaborar as versões do Divino e questões semelhantes.

VIVAT CHRISTUS REX



São Josemariá Escrivá

São Josemariá Escrivá (1902-1975).

Livro - Caminho.

Essa trepidação do teu espírito, a tentação que te envolve, é como uma venda sobre os olhos da tua alma.
Estás às escuras. - Não te empenhes em andar só, porque, sozinho, cairás. - Vai ter com o teu Diretor - com o teu superior - e ele há-de fazer-te ouvir aquela palavra do Arcanjo Rafael a Tobias: "Forti animo esto, in proximo est ut a Deo cureris". - "Tem coragem, que em breve Deus te curará".  Sê obediente, e cairão as escamas, cairá a venda dos teus olhos, e Deus encher-te-á de graça e de paz.
VIVAT CHRISTUS REX



domingo, 11 de maio de 2014

São Pio de Pietrelcina

São Pio de Pietrelcina (1887-1968) - OFM Cap. (Ordem dos Frades Menores Capuchinhos).

"Ó vida, como és cruel para mim; como és longa! Ó vida, que para mim não és mais vida, mas tormento! Ó morte, não sei quem pode temer-te, já que através de ti se abre a vida!".
VIVAT CHRISTUS REX



quinta-feira, 8 de maio de 2014

São Josemariá Escrivá

São Josemariá Escrivá (1902-1975).

Livro - Amigos de Deus.

Afã de adoração, ânsias de desagravo com sossegada suavidade e com sofrimento. Far-se-á vida na nossa vida a afirmação de Jesus: aquele que não toma a sua cruz para me seguir, não é digno de mim. E Nosso Senhor manifesta-se-nos cada vez mais exigente, pede-nos reparação e penitência, até nos fazer experimentar o fervoroso desejo de querer viver para Deus, pregado na cruz juntamente com Cristo. Mas guardamos este tesouro em vasos de barro frágil e quebradiço, para que se reconheça que a grandeza do poder que se vê em nós é de Deus e não nossa.
Encontramo-nos acossados por toda a espécie de atribulações e nem por isso perdemos o ânimo; encontramo-nos em grandes apuros, mas não desesperados, ou sem recursos; somos perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não inteiramente perdidos: trazemos sempre no nosso corpo por toda a parte a mortificação de Jesus.
Parece-nos, além disso, que Nosso Senhor não nos escuta, que andamos enganados, que só se ouve o monólogo da nossa voz. Encontramo-nos como se não tivéssemos apoio na terra e fossemos abandonados pelo Céu. No entanto, é verdadeiro e prático o nosso horror ao pecado, mesmo ao pecado venial. Com a obstinação da Cananeia, prostramo-nos rendidamente como ela, que O adorou, implorando: Senhor, socorre-me. E desaparece a obscuridade, superada pela luz do Amor.
VIVAT CHRISTUS REX

quarta-feira, 7 de maio de 2014

Santidade

Paz e Bem.
A Santidade manifesta na vida do homem contemporâneo um desejo sincero e intenso de aderir ao Cristo ou uma aversão profunda e desmedida de Cristo! São os dois estremos que exprimem a face dos homens destes dias! 
Aos que aderem à Santidade e estão inseridos nesta mística de um desejo Sincero e Intenso de Cristo entenderam bem o que o Santo Evangelista relatou - "Sede santos, assim como vosso Pai celeste é santo" (Mt 5, 48). Cristo bem conhece o homem em sua essência e ao fazer esta declaração, relatada por São Mateus, bem sabia que desde o principio o homem é necessitado de grandes motivações para a adesão de suas potencialidades à uma verdade e isso fica caracterizado de forma esplendida quanto o Santo Evangelista relatou - "Tomé, um dos Doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus. Os outros discípulos disseram-lhe: Vimos o Senhor. Mas ele replicou-lhes: Se não vir nas suas mãos o sinal dos pregos, e não puser o meu dedo no lugar dos pregos, e não introduzir a minha mão no seu lado, não acreditarei! Oito dias depois, estavam os seus discípulos outra vez no mesmo lugar e Tomé com eles. Estando trancadas as portas, veio Jesus, pôs-se no meio deles e disse: A paz esteja convosco! Depois disse a Tomé: Introduz aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos. Põe a tua mão no meu lado. Não sejas incrédulo, mas homem de fé. Respondeu-lhe Tomé: Meu Senhor e meu Deus!" (Jo 20, 24-28). Com esta ação de Cristo á favor de Tomé fica claro que Cristo também age á nosso favor nos conduzindo e chamando á Santidade. 
Aos que não aderem à Santidade por consequência dos ódios diversos deste mundo, estes não aderem em suas vidas o Cristo como Senhor e aos que chamam a Cristo de Senhor mas não desejam a Santidade buscam a Cristo por conveniência, pois assim nos ensina o Santo Apóstolo - "Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, do qual o corpo inteiro bem ajustado, e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, efetua o seu crescimento para edificação de si mesmo em amor" (Efésios 4, 15-16). 
Todos somos chamados a Santidade e a anunciar este chamamento. Precisamos render-se ao Cristo que nos chama e impele a este anuncio de Amor. Se algum homem ainda não aderiu a Santidade é porque ainda não conhece a verdade.



VIVAT CHRISTUS REX

salvecristorei.blogspot.com.br



São Boaventura

São Boaventura (1218-1274) - Filósofo - Teólogo Escolástico - Cardeal - Doutor da Igreja.

"A abundância dos bens temporais é um empecilho para a alma, impedindo-a de voar para Deus.
Mais segura e humilde está a alma no ouvido do que na língua.
A ciência que por amor da virtude se despreza, pela virtude se adquire melhor".
VIVAT CHRISTUS REX



terça-feira, 6 de maio de 2014

São Boaventura

São Boaventura (1218-1274) - Filósofo - Teólogo Escolástico - Cardeal - Doutor da Igreja.

"A oração é conversão da alma a Deus. Queres saber como hás de converter tua alma a Deus? Pois então ouve. Quando estás a orar deves recolher-te todo em ti mesmo e entrar com o Amado no aposento do teu coração e ali permanecer a sós com o Só, esquecido de todas as coisas exteriores e erguer-te acima de ti mesmo com todo o coração, com toda a alma, com todo afeto, com todo desejo, com toda devoção. E não hás de afrouxar o espírito de oração, mas por longo tempo hás de subir para o alto, por meio do ardor da devoção, até entrares no tabernáculo admirável, até a casa de Deus. E ali, visto de algum modo o teu Esposo com os olhos da alma e tendo saboreado de certa maneira a suavidade do Senhor e a grande afluência de sua doçura, cai nos seus braços e com os lábios fechados oscula-o com beijos de íntima devoção a fim de que, de todo alheado de ti mesmo, totalmente arrebatado ao céu, transformado todo em Cristo, não possas deter teu espírito, mas que digas, exclamando com o profeta Davi: 'Recusou a minha alma consolar-se, lembrei-me de Deus e me deleitei'".
VIVAT CHRISTUS REX



segunda-feira, 5 de maio de 2014

São Boaventura

São Boaventura (1218-1274) - Filósofo - Teólogo Escolástico - Cardeal - Doutor da Igreja.

"Já que toda a natureza divina esteve nas entranhas da Santíssima Virgem, não duvido dizer que em toda distribuição de graças tem certa jurisdição essa Virgem, de cujas entranhas como de um oceano da divindade, emanam os rios de todas as graças".
VIVAT CHRISTUS REX

salvecristorei.blogspot.com.br

www.facebook.com/VivaCristoRei

www.pinterest.com/vivacristorei

sábado, 3 de maio de 2014

Sede de Deus

A sede dos homens destes dias pode de ser interpretada como a sede de Deus! O homem quer beber de mananciais á aliviar seu estado momentâneo, desejosos de curar o vazio que assola suas almas! Buscam águas não salvíficas que acabam por assolar seus corações na aridez de um deserto ausente de Deus! Quando falamos de Deus acabam por buscar um deus de conveniências e que se adeque às suas expectativas! Estes mesmos homens ao se deparar com a Santa e Irrevogável Doutrina exclamam - "impossível" - pois acostumaram-se com as diversas facilidades deste mundo de grandes ódios que transforma as trevas em manjares sedutores e envenenados! Que a Água Salvífica que verteu do Sacratíssimo Coração de Cristo lave a consciência destes homens para que se abram ao chamado de Deus e que se calem as vozes tenebrosas das seduções egoístas e mesquinhas. Ó Sã Doutrina tão rígida e tão suave acalentai estas almas e as conduzam a este oceano de Amor da Insondável Misericórdia de Deus.
VIVAT CHRISTUS REX



sexta-feira, 2 de maio de 2014

Santo Atanásio

Santo Atanásio (295-373) - Bispo de Alexandria - Doutor da Igreja - Discurso contra os Arianos.

Quem Te deu essa autoridade?

A sabedoria pessoal de Deus, o seu único Filho, criou e realizou todas as coisas. Com efeito, diz o salmo: Tudo fizeste com sabedoria (103, 24). Tal como o nosso discurso humano é imagem desta Palavra que é o Filho de Deus (Jo 1,1), assim a nossa sabedoria é também imagem desta Palavra que é a Sabedoria em pessoa. Porque temos nela a capacidade de conhecer e de pensar, somos capazes de receber a Sabedoria criadora, por meio da qual podemos conhecer o Pai. Porque aquele que tem o Filho tem também o Pai (1Jo 2, 23), e ainda: Aquele que Me recebe, recebe Aquele que Me enviou (Mt 10, 40). 

Pois, já que o mundo, com a sua sabedoria, não reconheceu a Deus na sabedoria divina, aprouve a Deus salvar os crentes pela loucura da pregação (1Cor 1, 21). Ora, Deus já não quer, como nos tempos antigos, ser conhecido por meio de imagens e sombras da Sabedoria, mas quis que a verdadeira Sabedoria em pessoa adotasse carne, se tornasse homem e sofresse a morte de cruz, para que no futuro todos os crentes possam ser salvos pela fé nesta Sabedoria encarnada.

É portanto ela que é a Sabedoria de Deus. Anteriormente, era conhecida pela sua imagem introduzida nas coisas criadas, e desta forma dava a conhecer o Pai. Depois disso, ela, que é a Palavra, tornou-se carne, como diz São João (1,14). Depois de ter destruído a morte (1Cor 15,26) e salvado a humanidade, manifestou-se a si mesma de forma mais clara e, por si mesma, manifestou o Pai. Razão pela qual pôde dizer: Que Te conheçam a Ti, o único Deus verdadeiro, e Aquele que enviaste, Jesus Cristo (Jo 17, 3). A terra inteira ficou portanto cheia do seu conhecimento. Porque só há um conhecimento: o do Pai por meio do Filho, e o do Filho a partir do Pai. O Pai põe a sua alegria nele, e o Filho regozija-Se com a mesma alegria no Pai, como está dito: Eu era o seu encanto todos os dias, e brincava o tempo todo na sua presença (Prov 8, 30).

VIVAT CHRISTUS REX



Postagem em destaque

Padre Francesco Bemonte

Padre Francesco Bemonte - Presidente da Associação Internacional de Exorcistas. São Pio de Pietrelcina, como também o beato carmelita e...